quinta-feira, 31 de outubro de 2013

A importância dos livros

A biblioteca da pequena (tem alguns outros livros, fazemos rodízio)

Tem gente que acha que dar livros para bebês é sem sentido. Tem gente que pensa que existe um "muito cedo" em relação aos livros. Eu tenho certeza que não. Noobaby tinha livros antes de nascer. Agora já tem mais alguns.

Pesquisas indicam que crianças para as quais os pais lêem aprendem a falar mais cedo e têm um vocabulário melhor e mais vasto. Parece-me um tanto óbvio isso. Além do mais, sempre ter os livros à vista provoca o interesse do bebê e faz com que ele queira ler mais cedo.

A Academia Americana de Pediatria recomenda a leitura desde os primeiros dias do bebê, para que ele se interesse pelos sons, e desenvolva habilidades para ouvir e reconhecer sons.

Ler para o bebê também faz com que ele conheça histórias, números, letras, cores, e formas, além de melhorar as habilidades de memória e linguagem.

Para bebês pequenos existem aqueles livros de banho, emborrachados, que são ótimos para brincadeiras também, já que o bebê pode mordê-los sem estragá-los. Livros grandes, com ilustrações grandes e coloridas também costumam agradar.

Livros também ajudam a ensinar coisas importantes. Através desse blog aqui, eu descobri essa editora portuguesa de livros infantis que tem livros lindos, com temas importantes.

Também achei esse site que indica 25 livros para a primeira biblioteca do bebê. Está em inglês, mas acredito que se encontre traduções, senão de todos, de quase todos. De qualquer forma, aqui no Brasil temos ótimos livros infantis, como os do Ziraldo (quem não amava o Menino Maluquinho?). A Revista Crescer tem várias listas com livros bons.

Além de tudo isso, o momento da leitura é um momento de estar com seu filho, e apenas isso. Sem distrações. Um momento de se dedicar ao seu pequeno ou pequena e ainda contribuir para a formação do patrimônio cultural dele/a.

Nenhum comentário:

Postar um comentário